Adeppe conquista Mandado de Segurança contra remoção ilegal de delegado

Adeppe conquista Mandado de Segurança contra remoção ilegal de delegado

A Adeppe (Associação de Delegados de Polícia de Pernambuco) conseguiu interromper a remoção ilegal do delegado Roberto Fonseca da Delegacia de Belém de São Francisco – na qual era lotado há anos – para a Delegacia de Jabotá, ambas no sertão do Estado. Por meio de sua assessoria jurídica, a associação impetrou Mandado de Segurança que foi acatado pelo desembargador Itamar Pereira da Silva Júnior na tarde desta terça-feira (5).

Com a decisão, o delegado Roberto Fonseca retorna para Belém de São Francisco, onde atualmente está lotado o delegado Roberto Campos. A remoção se deu juntamente com outras, todas consideradas ilegais  pela associação, “resultando em uma verdadeira dança das cadeiras”, como bem definiu em seu parecer o subprocurador-geral de Justiça em Assuntos Institucionais, Clênio Valença.

Os Advogados alegaram que o ato não atendeu aos princípios que norteiam a administração pública, carecendo assim da devida fundamentação.

Composto por nove profissionais renomados, o corpo jurídico da Adeppe atuou de forma brilhante na condução do caso, desde a escolha da via mandamental, como na fundamentação.